Hiperidrose – Qual o Tratamento Para Transpiração Excessiva?

Tempo de leitura: 2 minutos

A transpiração (sudorese) é o mecanismo através do qual o organismo regula a sua temperatura. Dessa maneira, é uma condição fisiológica. No entanto, algumas pessoas apresentam uma transpiração excessiva, o que caracteriza o quadro de hiperidrose.

O que é a Hiperidrose?

A hiperidrose é relativamente frequente. Acomete até 4% da população. Na maioria das vezes, é primária ou idiopática, ou seja, não há uma causa subjacente identificável. Na forma secundária, ocorre devido a distúrbios do organismo, como, por exemplo, diabetes, hipertireoidismo, menopausa e doenças neurológicas.

Como a Hiperidrose pode se manifestar?

Na hiperidrose primária, a transpiração excessiva ocorre principalmente axilas, palmas e/ou plantas. Pode, ou não, estar relacionada a situações de estresse e/ou ansiedade. Apesar de piorar com o calor, pode estar presente durante todo o ano, inclusive no inverno.

Hiperidrose é Grave?

Apesar de não ser uma doença grave, é uma condição extremamente desagradável. Pode causar constrangimento e gerar prejuízo importante na qualidade de vida do paciente, com impacto na vida social, pessoal e profissional.

Opções de Tratamentos para Hiperidrose

Casos leves podem ser controlados com o uso de produtos tópicos antitranspirantes – em geral a base de sais de alumínio, que obstruem os poros das glândulas sudoríparas.

Medicação via oral pode ser empregada, mas está associada a possíveis efeitos colaterais desagradáveis, como boca seca, tontura, obstipação intestinal e retenção urinária.

Cirurgia para Tratamento de Hiperidrose

A cirurgia (simpatectomia), muito feita no passado, tem como principal inconveniente o risco da sudorese compensatória, que pode ocorrer em mais de 50% dos casos.

Opção Não Invasiva de Tratamento de Hiperidrose

Atualmente, uma excelente opção para o tratamento da hiperidrose é a aplicação de toxina botulínica. Ela atua bloqueando, temporariamente, os neurônios que estimulam a produção e liberação do suor pelas gândulas da pele. A redução da transpiração pode chegar a 100%. Seu efeito tem duração média de 6 a 9 meses. É um procedimento relativamente simples, seguro e traz grande benefício no dia-a-dia de quem sofre com a sudorese excessiva.

O tratamento adequado da hiperhidrose tem grande impacto na vida dos pacientes, pois melhora o sofrimento e constrangimento frequentemente associados a essa condição tão desagradável.

Facebook Comments Box
Facebook Comments Box